Arquivo para November 2010

 
 

Tradutores automáticos

Na falta de um tradutor humano se pode lançar mão de tradução automática que é executada por computador.  Fiz alguns testes com  dois tradutores,  Google e Yahoo.  Como? – Pedia tradução para o inglês e depois tomava o texto inglês e  mandava passar para o  francês. Em seguida  pedia  a tradução de volta para o português.  Frases excepcionalmente simples suportavam essa ciclagem ilesas. Uma delas foi: “ Adam gave Eva a bikini”- “Adam deu a Eva um biquíni” – “Adam a donné à Eva un bikini”.  Mas frases mais complicadas ficavam quase irreconhecíveis. O Google se saia um pouco melhor que o Yahoo, A conclusão foi que os tradutores ainda são primitivos e não estão levando em conta o contexto, mas traduzem quase que palavra por palavra, usando dicionários e algumas regras gramaticais. Mas em um dicionário aparece uma lista de sinónimos como tradução de uma palavra e esses tradutores nem sempre escolhem o adequado. Assim , se acima é usado o nome Eve, corriqueiro em inglês em vez de Eva, o Yahoo se engasga: não reconhece que é um nome, apesar da maiúscula, e traduz   como “véspera”,  que é um dos sinónimos que aparecem no dicionário para o inglês “eve”. Mesmo assim os tradutores são úteis, como seriam no caso de você receber um aviso em chinês. Ficaria menos perdido depois de ler uma tradução, mesmo falha.

Os tradutores automáticos vão melhorar quando começarem a levar em conta o contexto. Perfeitos é difícil ficarem, pois alguns trechos de texto não são traduzíveis.  Por exemplo, um texto que discute simetria de frases e apresenta como exemplo essa: “Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos”, que pode ser lida também de trás ara a frente. Na tradução perderia a simetria .  Melhor  tradução para o inglês não sei como seria, mas para o alemão serviria: “Ein Neger mit Gazelle zagt im Regen nie” (Um negro com gazela nunca hesita na chuva).

MSP430

Ouvi falar há pouco tempo do MSP430, uma versátil família de microcontroladores (MCU) produzido pela Texas Instruments.

Este apresenta baixo consumo de energia (ULP – ultra-low power) e endereçamento de memória de 16 bits, pelo preço de 8! Como assinala o produtor.

Mas o que mais me chamou a atenção não foi o dispositivo, mas o preço do kit de desenvolvimento – o chamado LaunchPad (ou na nossa língua mater, plataforma de lançamento), a mera quantia de U$ 4,30. Para os menos versados em sistemas embarcados, este pode já estar de bom tamanho mas se compararmos o valor com o preço dos kits de desenvolvimento da Microchip, que chegam a custar centenas de unidades da moeda americana, ou mesmo Arduinos, os novos xodós do desenvolvimento de sistemas embarcados, estes já quase chegando aos cem dólares por unidade, dependendo do fabricante e modelo, chegamos a conclusão que o LaunchPad é um negócio da China (perdoem o trocadilho).

Já estamos estudando o “data sheet” do MSP430, que entre outros periféricos conta com USB e Wireless.

Para os interessados:

http://focus.ti.com/mcu/docs/mcuprodoverview.tsp?sectionId=95&tabId=140&familyId=342

O desenvolvimento da limnologia

Limnologia é a ciência da água doce: dos lagos e dos rios. Dentro dela são estudados aspectos biológicos, físicos e químicos destes corpos d’água. Alguns aspectos ainda não são totalmente esclarecidos e pesquisa original está em curso. O Brasil está entre os países de maior atividade neste campo. O conhecimento adquirido serve para melhorar o manejo.
A liberação do gás metano pelos reservatórios hidroelétricos é um dos assuntos estudados intensamente. Esse gás é importante pois, no ar, ele tende a bloquear a passagem da radiação de calor (infravermelho), aquecendo a atmosfera. É um gás de efeito estufa. Metano é gerado durante a decomposição da matéria orgânica quando falta oxigênio, como ocorre no sedimento do fundo dos lagos. Enquanto na decomposição óxica a matéria orgânica é integralmente transformada em dióxido de carbono, que escapa para o ar, essencialmente sem deixar resíduo sólido, na decomposição metanogênica escapa metano, para a atmosfera, mas é simultaneamente gerada substância húmica. Esta não é utilizada pela biosfera, mesmo se o ambiente ficar óxico; o carbono contido nela fica sequestrado. Lagos tropicais são, pois, sumidouros de carbono. Este é um resultado recente da pesquisa limnológica.
Mas há ainda questões em aberto. Por exemplo: Existe uma proporção definida entre metano gerado e substância húmica retida?

Subindo o Pico das Agulhas Negras

A equipe Construmaq de Alpinismo, composta por Bohdan, Daniel e Elizabeth, escalaram com sucesso o Pico das Agulhas Negras, no Parque Nacional de Itatiaia.

Pernoitaram uma noite ao relento, ao lado da embargada Pousada Alsene, e passaram uma segunda noite no Abrigo Rebolças, recentemente reaberto ao público.

Na manhã da escalada, contaram com tempo instável, com densa neblina acima de 2500m, ventos fortes, além de chuva no final da tarde. Foi a 23a escalada de Bohdan, que por muitos anos foi o quarda-livro do Pico do Livro.

Diz Bohdan que as entradas nos livros, alguns dos quais estão em sua biblioteca particular, em geral são entediantes e sem imaginação. A exceção de uma que sempre cita, quando um companheiro escalador escreveu:
– Só tenho uma coisa a dizer, “p*ta que o pariu!”

O trilha que nosso trio percorreu é uma das linhas de acesso mais íngremes, contando com passagens prosaicamente denominadas; “c* da galinha” e “chaminé dos magros”, que atestam ao grau de dificuldade da empreitada.

A atividade requer boa forma física e não é aconselhavam aos que temem as alturas. A altitude medida no Pico do Cruzeiro foi 2799m. Na ocasião não foi possível assinar o livro, devido aos fortes ventos.

Acampamento base

Acampamento base

Neblina

Neblina

Meio caminho escalado

Meio caminho escalado

Auxílio da corda I

Auxílio da corda I

Auxílio da corda II

Auxílio da corda II

Próximo do pico

Próximo do pico

Daniel, Elizabeth e Bohdan no Pico do Cruzeiro.

Daniel, Elizabeth e Bohdan no Pico do Cruzeiro.

A volta.

A volta.

A volta.

Café da manhã no Abrigo Rebolças.

A volta.

Abrigo Rebolças.

Uma coleção de fotos do evento está disponível aqui.